Resenha - Ecos da morte
|
Ecos da morte - Kimberly Derting
  
    Em Ecos da morte conhecemos Violet Ambrose, uma garota que carrega um dom estranho e um tanto mórbido. Ela consegue encontrar cadáveres, principalmente aqueles que foram assassinados; tudo através de ecos, como sons ou cheiros. Ela vivia perfeitamente bem com isso – ou talvez na medida do possível, até ela encontrar o corpo de uma garota, provável vitima de um serial killer.
    É possível que eu tenha incluído esse livro na minha lista pela capa linda e pela sinopse instigante, afinal quantas vezes se ler sobre uma garota que acha corpos? Pelo menos eu nunca, e para a minha primeira vez foi um tanto decepcionante. Quero dizer, Ecos da morte era pra ser um livro de mistérios, crimes tenebrosos e corpos em decomposição. Ao invés disso é um romance bem água com açúcar e um pouco piegas.
    Primeiro de tudo, para um livro que trata de uma garota que ouve eco dos mortos, e que vai atrás de um serial killer para salvar o mundo (exagero), eu achei que livro focava muito mais no romancezinho dela com seu melhor amigo Jay. Sinceramente, Violet ficava o tempo todo “Oh, Jay é meu melhor amigo, mas meu coração sai pela boca toda vez que o vejo” e quando eles finalmente se resolvem e o negocio parece ficar bom, tudo o que eles fazem é se beijar, se beijar e se beijar novamente (eu quase esperei o Edward Cullen baixar no Jay e ele dizer pra Violet: “Você é minha vida agora.”).
    De qualquer forma não foi só isso. A personagem principal ouve esses ecos desde sempre, então era de se esperar que isso não fosse uma coisa que lhe afetasse tanto. Calma, não me chame de insensível, mas eu esperava uma Violet forte, corajosa e determinada. Mas ela enlouquece quando ver um corpo, e em determinandos momentos age de maneira bastante infantil. Posso está parecendo um pouco sádica, mas eu meio que esperava uma descrição mais detalhada dos corpos ou de como as garotas morreram, esperava que o caso do serial killer fosse mais misterioso e esperava que Violet procurasse realmente por ele como diz na sinopse, mas ela vai somente a um shopping Center. Pelo amor de Deus!
    Para mim pareceu uma história boa, que tinha tudo pra dar certo, mas que a autora resolveu dar uma aliviada para tornar o livro mais leve. Ou eu li quando estava de mau-humor. De qualquer maneira, Ecos da morte não me convenceu, mas quem sabe se eu tiver coragem de ler o segundo livro da serie (não, eu não estou ansiosa por ele) eu possa mudar um pouco de opinião.

   
    Por hoje é só e até o próximo post. =)


2 comentários:

Luana Farias disse...

Bah menina, eu to louca pra ler o livro é uma pena que você não tenha gostado taaanto assim dele, mas me parece legal. Quase morri de rir quando vc disse a parte do Edward kkkkkk, eles eram chatos no livro (apesar de eu amar a série).


Bjs

Gabi Neves disse...

@Luana Farias

Luana, eu amo o Edward, e acho q esse tipo de comportamento só combina nele (loucura minha! kkkk),por isso acho Jay e Violet muito enjoativos! :x

Deixe um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...